Eventos

Tudo acontece no seu tempo.

PRÉ-NATAL EM GRUPO

O que é feito:
•Apresentação das gestantes e dos profissionais participantes.
•Vivência de Yoga.
•Discussão de um tema pré-estabelecido, com compartilhamento de experiências entre as gestantes e orientações dos profissionais.
•Abordagem individual: exame físico da gestante - aferição da pressão arterial e do pulso, avaliação da coloração da pele e mucosas, pesquisa de edema, avaliação do crescimento fetal (aferição da altura uterina), avaliação da posição e apresentação fetal, e avaliação do bem estar fetal (contagem dos batimentos cardio-fetais e movimentação fetal).
•Solicitação e interpretação dos exames laboratoriais e de imagem.
•Fornecimento e /ou registro dos dados em cartão de pré-natal.
PROFISSIONAIS PARCEIRAS
• Leila Lauar – CRP 15445/4a – Psicóloga e psicanalista
• Camila Lima – CRP 04/30284 - Psicóloga e Professora de Kundalini Yoga
• Isabela Líbero – Professora de Kundalini Yoga, Doula e Educadora Perinatal

Clique para ampliar e ver mais fotos

Faça sua inscrição abaixo.

ENCONTRO COM EQUIPE BOM PARTO

A Equipe “Bom Parto”, instituída em junho de 2015, é composta por sete enfermeiras obstétricas e um enfermeiro obstétrico. .
.
Tem como missão prestar cuidados de enfermagem à mulher e sua rede de apoio durante a gestação, parto, puerpério e amamentação, assim como ao recém - nascido, baseados nos princípios da humanização da assistência obstétrica, nas melhores evidências científicas e no respeito ao protagonismo e segurança da mulher e seu bebê.
.
.
A principal evidência científica que respalda o trabalho da Equipe é a revisão sistemática de Sandall J e al, 2016, que demonstra benefícios do modelo de assistência obstétrica em que uma ou um pequeno grupo de obstetrizes/ enfermeiras obstétricas previamente conhecidas, assiste a mulher de baixo risco ao longo do pré-natal, durante o trabalho de parto e o pós-parto.
.
.
Os principais benefícios demonstrados nessa revisão foram a redução do uso de anestesia peridural, de episiotomia e de ter um parto instrumental (com fórcipe ou vácuo extrator). Esse modelo aumentou a probabilidade de a gestante ser assistida na hora do parto por uma obstetriz/ enfermeira obstétrica conhecida. Não houve diferença na taxa de cesarianas. Os partos ocorreram em hospitais e não houve aumento de risco de eventos adversos.

Faça sua inscrição abaixo.

Faça sua inscrição abaixo.

Faça sua inscrição abaixo.

Fale Conosco